A beleza das Pérolas

giovanaromana368

As pérolas tornaram-se um símbolo do conhecimento guardado e da sabedoria mística por estarem ocultas no interior das conchas. E elas são mencionadas, ao longo de milênios, na religião, na arte, no folclore, na mística e na literatura dos mais diferentes povos.

 

Uma das histórias mais contadas e dita como a origem mística mais comum fala que as conchas foram fecundadas através de temporais, através do trovão, do dragão celestial, e sendo alimentadas pela luz da lua, gerando então a pérola.

 

Na Índia existem poemas que falam de lendas sobre pérolas, como por exemplo: “Após a criação do mundo os quatro elementos honraram o Criador, cada um com um presente: O Ar ofereceu-lhe um arco-íris; o Fogo uma estrela cadente; a Terra um precioso rubi e a Água uma pérola”.

 

A delicadeza e a raridade das pérolas

 

A pérola é símbolo de raridade e pureza, por ser considerada:

 

  • Sem defeito
  • Rara e delicada
  • E por não ser alterada, mesmo sendo retirada de uma água lodosa ou concha grosseira.

 

As delicadas e raras esferas brancas embelezaram jóias de rainhas e nobres durante toda a história. Foi presenteada como prova de amor por homens apaixonados de inúmeras décadas. Sua beleza é atemporal e brincos, anéis e colares podem ser passados por gerações. A pérola é uma joia cheia de personalidade e repleta de significados.  

 

Curiosidade:

 

Cleópatra, a rainha do Egito, diz a lenda que, colocou a prova a delicadeza das pérolas. Para ganhar uma aposta com Marco Antônio dissolveu uma das maiores pérolas do mundo em um copo de vinagre.

 

As lendas e as pequenas notáveis

 

Nossos antepassados falam e segundo textos antigos, que as pérolas nasceram nas águas da Terra, pelos poderes do Céu, foi fecundada por um relâmpago e considerada a filha da Lua.

 

Outras lendas revelam a ligação da pérola com Vênus, a Deusa do Amor, o que faz dela a mais feminina das joias. Já na Ásia, ela representa o símbolo da fertilidade e é usada por noivas em brincos e colares no dia do casamento. Na mitologia persa, a pérola era conhecida como a “lágrima dos deuses”. Objeto mítico de beleza serena, ainda hoje, a pérola é sinônimo de pureza, fascínio, poder e feminilidade.

 

 

A raridade que vem da natureza

 

A pérola é a única pedra preciosa do mundo que é produzida por um animal. E é através do resultado do sistema de defesa da ostra contra invasores, já que seu organismo, ao detectar um objeto estranho, produz aragonita, um tipo de calcário, para defender-se. A mistura, chamada nácar, se cristaliza ao redor do organismo invasor, formando, assim, a pérola.

 

Pérolas Naturais

 

As pérolas naturais são extremamente raras. Elas são encontradas dentro das ostras e que não possuem qualquer interferência humana em sua formação. Hoje, as pérolas naturais representam menos de 3% da produção mundial, e existem relatos de que a maioria das pérolas naturais foram achadas no Golfo Pérsico.

 

Infelizmente hoje em dia é muito difícil encontrá-las, porque além de estarem praticamente extintas, é um trabalho bastante árduo para os que a procuram, haja visto a proporção de 1 em 1 milhão. Você pode até encontrar algumas pérolas naturais pequenas, mas serão de um valor altíssimo.  

Pérolas Cultivadas

 

As pérolas cultivadas são aquelas que são fabricadas através da interferência humana crescendo em “fazendas de pérolas”. É isso mesmo, existem locais específicos onde as pérolas são desenvolvidas para joalherias ou fábricas de semi jóias. Os moluscos são criados até eles ficarem na idade certa para aceitar o nácar de madre pérola.

Através de um procedimento bem delicado e cuidadoso, os profissionais fazem a implementação do nácar dentro do molusco. Os moluscos então, são desenvolvidos para a água e recebem os devidos para que as pérolas se formem.

Um fato interessante é que mesmo a partir deste procedimento, não são todos os moluscos que conseguem produzir a pérola. Há também os casos onde os moluscos desenvolvem a pérola, mas ou não saem com a qualidade devida ou não saem totalmente desenvolvidas da maneira como tem que ser.

 

 

Pérolas e suas curiosidades

 

 

  • Na Malásia as pessoas acreditavam que as pérolas nasciam nos coqueiros.

 

 

 

  • Já na China considerava-se que elas cresciam dentro de um peixe parecido com a enguia, ou no cérebro do dragão.

 

 

  • O duque Dmitri Pavlovich, descendente do império dos Romanos, mudou por acaso o rumo da história das pérolas no início da década de 1920. Para impressionar a amante, 11 anos mais velha, presenteou-a com uma joia de família – um colar de pérolas de seis voltas. O nome da eleita: Coco Chanel.

 

 

  • As pérolas eram conhecidas nas mais antigas civilizações da China, do Egito, Grécia, Pérsia e Roma.

 

 

  • São usadas na decoração e como acessórios há pelo menos 2500 anos.

 

  • O colar de pérolas mais antigo que se tem conhecimento, é  uma peça com três voltas, contendo 72 pérolas, datada do século VI a.C.

 

 

  • Para os gregos, são as lágrimas de Vênus.

 

 

  • Os romanos acreditavam que as pérolas eram lágrimas de anjos solidificadas.

 

  • Na religião muçulmana, são as lágrimas que Adão e Eva choraram por seus pecados.

 

E é esse conjunto de crenças e curiosidades que explica o por que as pérolas sempre foram um símbolo do amor e da pureza.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *